Blog Contra Grife

Novidades e conteúdo exclusivo sobre música e entretenimento cult.

Nós aqui da CG possuímos uma grande afeição pelo eterno Fusquinha. Minha família (quem aqui escreve é o Nino Lee, da Contra Grife), passou mais de duas décadas tendo o veículo como nossa única condução. Meu pai chegou a possuir cerca de 15 deles ao longo da vida. Preparamos algumas curiosidades e um pouco da história dessa verdadeira lenda.

O Fusca foi originalmente criado para ser um carro extremamente barato, com o objetivo de possibilitar que o povo alemão pudesse compra-lo durante a guerra. Por isso, é bastante irônico que em 1950 os 30 primeiros fuscas que chegaram ao Brasil foram destinados à nobre família Matarazzo.

Fusca 1950

Você sabia que o carro que possuiu a maior quilometragem já registrada sem fundir o motor foi um Fusca? Em 1963, Albert Klein alcançou 12.512.852 quilômetros e bateu o recorde de rodagem.

A Volkswagen fabricou o fusca por 68 anos e foram montados 21.529.464 fuscas.

Fabricação Fusca

Apesar do bom nome, a história do Fusca está ligada a um contexto distante do glamour e da simpatia deste pequeno carro. Por volta de 1932, o alemão Ferdinand Porsche começou a esboçar os projetos de um novo carro que se chamaria “Volkswagen”, que em alemão significa “o carro do povo”. Na época, a maioria das casas da Alemanha não possuíam garagem, por isso Ferdinand Porsche teve que, inclusive, mudar seus planos e criar um radiador refrigerado a ar. Isto porque era muito frio por lá e a água que refrigerava os radiadores sempre congelava.

No meio tempo em que as primeiras versões eram experimentadas, o governo alemão se interessou pelo projeto e fez um investimento de 200 mil marcos para a fabricação de três protótipos.
Com um surpreendente motor refrigerado a ar, o Fusca saiu do papel com mais de um ano de atraso, com o nome de Volksauto-série VW-3 e testado por extensos 50 mil quilômetros. No ano de 1938, mediante o bom desempenho do veículo, várias ações foram tomadas para que a sua produção em série fosse iniciada. Pouco depois, esse importante passo na vida do Fusca acabou sendo interrompido pela deflagração da Segunda Guerra Mundial.

A partir de 1939, empregando a mesma plataforma do Fusca, os alemães criaram o jipe Kübelwagen, o anfíbio Schwimmvagen e o Kommandeurwagen, que seriam utilizados nos campos de batalha da época. Em 1944, nos fins da guerra, a fábrica localizada em Fallersleben estava completamente destruída pelos bombardeios deflagrados pelas forças aliadas. Sem nenhum prestígio no mercado, a fabricação acabou sendo timidamente retomada pelo major inglês Ivan Hirst. Logo em seguida, o governo recuperou o projeto, deixando-o sob a tutela de Heinrich Nordhoff.

Nessa época, Nordhoff tomou várias providências para que o Fusca alcançasse os patamares de veículos produzidos em larga escala. Já no pós-Segunda Guerra, o veículo ultrapassou a casa dos 25 mil exemplares e lançou a sua primeira versão conversível. Os holandeses logo perceberam o valor do nosso querido amigo sobre rodas e entraram na história do veículo como sendo o primeiro país importador do veículo. Na década de 1950, os norte-americanos trataram de popularizar o modelo pelas Américas.

Em 23 de março de 1953, a primeira filial da Volkswagen foi instalada no Brasil com a missão de popularizar o Fusca nas terras tupiniquins. Nas décadas seguintes, esse lendário automóvel viveu as oscilações que o colocaram entre o estrelato e o declínio. Chegou a ser tema de um filme de Walt Disney, foi ameaçado pela concorrência de modelos mais arrojados e voltou a ser produzido sob os pedidos de um presidente da República. Em 2003, uma festa de despedida marcou a fabricação de seu último exemplar.

Mas lendas nunca morrem! <3

Abaixo, mais algumas curiosidades sobre o Fusca.

Curtiu? Confira um amplo catálogo de estampas cult e rock’n’roll na Contra Grife – Camiseteria e escolha suas preferidas: www.contragrife.com.

Um manancial de grandes e eternas memórias
de tudo que é e foi relevante,
de tudo que não pode ser esquecido.

Relacionamento

Tem alguma dúvida? Entre em contato conosco. Fone: 51 3541.7621 | contato@contragrife.com Rua Guilherme Lahm, 1874 - Jardim do Prado Taquara/RS

Formas de Pagamento

Formas de Envio

Certificados

Selo de Segurança - Chuck Norris Approved
Selo de Segurança - Chuck Norris Approved

Pin It on Pinterest